O sentimento vem do Ser, e só existe um: AMOR!

2012


dna-tecnologico

O tema do momento, consciente ou inconscientemente, é 2012, o que em muitos desperta o terror de um possível desastre, seja nuclear ou climático, e, consequentemente, banham-se sofregamente de adrenalina, buscando confirmação em sites conspiratórios da Internet ou através de “pseudoprofetas” que vampirizam os desavisados, alimentando-se do medo que provocam.

Outros procuram ignorar o assunto, argumentando com naturalidade sobre as mudanças cíclicas, e varrem o medo provocado pelas informações catastróficas veiculadas para trás das preocupações do cotidiano, focando suas vidas apenas em futilidades, diversões ou na luta pela sobrevivência.

Há ainda uma minoria que espera ansiosamente a chegada de um mundo novo que se aproxima, trazendo luz, transformação e a tão desejada paz ao Planeta: a almejada Era de Aquário. Eu acredito que estamos vivendo um momento precioso para a humanidade, na verdade, uma abertura da “mente superior”, nunca antes registrada.

Vivemos, não apenas pessoalmente, mas na tecnologia e na ciência em geral, um processo contínuo de revelação que opera como um holograma multidimensional transcendendo a imaginação da maioria, assim como a palavra escrita ou falada.


Para as pessoas de minha geração, vem a sensação de que já trocamos de planeta várias vezes, ou que estamos participando de muitos mundos em uma mesma vida.

Tantas mudanças em tão pouco tempo nos dá a impressão de que foram abertos simultaneamente os sete selos que nos ligam com a “Árvore da Vida”, e que precisam ser experienciados simultaneamente em todos os níveis da forma, desde os aspectos subatômicos, moleculares, genéticos, matemáticos, musicais e parafísicos da natureza.

Aos mais antenados, chega a sensação de que já entramos nas dimensões superiores de criatividade (em forma-pensamento), e estamos operando em unidade com a Mente. Também é nova a presença do aspecto feminino, atuante e valorizado nas mais diversas áreas (algo incomum na historia da humanidade tal qual a conhecemos), onde o yin e o yang tornam-se “um”, criando uma nova força, uma nova era, um novo povo, sem a separação dualista.

O propósito dessa união é abrir as mentes das pessoas a novas ideias, convidando-as a compartilhar a experiência da educação do verdadeiro Ser, onde é necessário receber a sabedoria proveniente tanto da ciência física quanto da ciência espiritual, finalmente vendo as necessidades da raça humana em primeiro lugar e as pessoais, em segundo plano. Assim, já atuam as pessoas dos países mais desenvolvidos.

É preciso estar preparado para ser capaz de entrar na “quarta dimensão” que representa o “tempo” além do tempo convencional, no qual o intelecto precisa curvar-se à mente espiritual, assim como a vida precisa se curvar à natureza que continuamente reorganiza e regenera a criação. É claro que o conhecimento científico sozinho não contém todas as respostas para as três perguntas básicas: “De onde viemos?”, “Para onde vamos?”, “Por quê?”

Segundo o Evangelho de Tomé (Apócrifo), Jesus disse: “Se os homens vos perguntarem donde viestes?, respondei-lhes: Nós viemos da Luz, lá onde ela nasce de si mesma… . E se vos perguntarem: Quem sois vós?, respondei-lhes: Nós somos Seus filhos, os eleitos do Pai vivo. Se eles vos perguntarem: Qual é o sinal do Pai em vós?, respondei-lhes: É movimento e repouso ao mesmo tempo.“

Vamos pensar…